Blog de negrjp


 BINGO!

Experimento muito tosco, bem ao desgosto dos suíços, prova o princípio de equivalência entre massa inercial e massa gravitacional.

Verifique: no fotograma III, as esferas de chumbo torcem as varetas e dão a ilusão de ação atratativa.

Consequência imediata: inércia ou gravidade, uma das duas está sobrando. 

O fim dessa trágica novela somente acontecerá quando, de fato, medirem a gravidade em solo lunar.

Não pensem que foi tão fácil chegar ao resultado esperado. 

Cliquem o enlace abaixo e descubram por quê:

http://fisica2100.forumeiros.com/t1237p220-gravidade-acao-ou-reacao#11095

.

.

.

 

O Gato de Schrodinger Subiu no Telhado


“Um casal dedicava especial atenção e carinho a um gato de estimação. Quando fizeram uma longa viagem de férias, deixaram o gato sob os cuidados da empregada. Após alguns dias, a madame ligou e perguntou sobre como estava o gato. A empregada, então, respondeu:


— Seu gato morreu!


A madame, nervosa e desesperada, entrou em pânico. O marido, também, chocado, repreendeu a empregada, dizendo-lhe que deveria ter sido mais cuidadosa e sensível ao dar a notícia. Ele a instruiu sobre uma forma mais sutil de transmitir tais acontecimentos:


— Você poderia começar dizendo “o gato subiu no telhado”. Depois diria que ele se desequilibrou. Em seguida, que caiu do telhado e acabou não resistindo à queda. Seria mais sensível.


Semanas depois, estando ainda de férias, a madame ligou novamente para a empregada e perguntou-lhe se tudo estava bem. A empregada, cuidadosamente, respondeu-lhe:


— As coisas estão indo muito bem. Mas sua mãe subiu no telhado…”


Relatividade do Tempo, um falso paradoxo?


Dois foguetes partem para a lua ao mesmo tempo (algo impossível de ser atestado pela relatividade).


Um foguete parte da América e outro parte da Europa.


Quem assiste aos eventos através de dois monitores de TV, dirá que o foguete do outro lado do continente (não importa do lado que o observador esteja) parte atrasado.


Quem está na base lunar afirmará que os dois foguetes partiram ao mesmo tempo.


Quem está com a razão?


Aquele que assiste aos lançamentos desde a Lua é o único observador que está em condições de perceber, sem fazer cálculos,  que os dois foguetes partem ao mesmo tempo.


Mas, se os todos observadores do experimento não considerarem as condições de atraso de tempo de propagação da informação, todos estarão errados.


Galileu nos diz que qualquer referencial inercial é suficientemente bom para se fazer UMA ÚNICA observação.


Einstein levou esse princípio ao extremo. Para ele, o gato que subiu no telhado morreu somente depois do OBSERVADOR ter ciência dessa informação.


A velocidade de propagação da INFORMAÇÃO limita a percepção do observador em relação ao MOMENTO REAL DA OCORRÊNCIA DO FATO, em outras palavras: o sincronismo entre o fato e a ciência do fato pelo observador são impossíveis.


Quanto ao problema dos foguetes, digo que nenhum observador tem o dom da onipresença e onisciência para dar uma resposta categórica ao problema.


Einstein associou a velocidade da luz como limite para todas as interações da natureza. Mas poderá estar errado. Assim, penso que a física quântica vai humilhar a relatividade.

.

.

.

 

 

Diálogos com meus botões.



P - Quem é você?

R - Isso não tem importância.

 

P - O que levou você a esta interminável série sobre gravidade?

R - A gravidade põe em xeque a física clássica, quântica e relativista. Isso é muito estimulante.


P - Por que você resolveu esmiuçar esse assunto?

R - Como sempre, começou pela relatividade. Nunca me conformei com a relatividade do tempo. Nem com a possibilidade de um corpo estar em dois lugares ao mesmo tempo.

As pessoas ouvem estas coisas e encolhem os ombros, pois acham que tratam-se de assuntos de loucos, especialistas ou ambos. Outras, que se interessam ou são obrigadas a estudá-las, podem ficar enfurecidas.

Lembro-me de uma frase do jornalista Alexandre Kadunk que marcou minha existência:

"As vezes, um gigante é um gigante por que você está ajoelhado".


P- Você não acha a sua especulação  bem ruinzinha em relação à física oficial?

R - Tenho certeza disso. A física oficial é frágil, mas é o melhor que temos à disposição. Trocá-la por alternativas obscuras pode não ser um bom negócio.

 

P- Por que então combater a física oficial?

R- O que me irrita que a física oficial é "vendida" na mídia como "verdade científica". Isso é inaceitável.


P- Valeu à pena a especulação gravitacional?

R- Penso que sim, e ainda vale. A idéia da gravidade como reação (efeito) e não como ação (causa), vem rendendo excelentes reflexões filosóficas. A hipótese não é original. Ela é  debatida desde a Idade Média.


P - Há espaço na mídia para a discussão da física "underground"?

R- Quase nada.

Há excelentes fóruns para a física oficial; ela está presente nas séries de televisão e nas páginas de ciência da imprensa. Mas os fóruns de física oficiais não gostam de tocar no assunto. Parece que os dirigentes temem que a física heterodoxa desencaminhe a juventude estudantil. É como água e óleo.

Há também os fóruns de física "underground". Pena que a TV e imprensa não dão dá o mínimo de espaço para eles. Nem as emissoras que veiculam documentários tocam no assunto. Será que o tema é tão chato assim ?

 

P - Parece que você embarcou na polêmica da ida ao homem à lua. Isso não é um desserviço à ciência e tecnologia?

 

R- Essa polêmica é construtiva. Ela espelha o desconforto de quem gosta de pensar, contra a maioria daqueles que aceitam os fatos passivamente.

 

P- Seus números gravitacionais lunares mudaram bastante, não?

R - Não só mudaram como melhoraram!  Isso é o resultado da "evolução da óptica gravitacional". Quando abandonei a "porção" linear da fórmula fantástica, cheguei a um resultado maravilhoso!


P - Como foi esta evolução?

R - A coisa começou de uma hipótese "asnática", debatida apenas no campo qualitativo da questão; fomos à busca de provas de que a Terra poderia estar inchando. Quando partimos para a análise quantitativa, chegamos ao grau "fantástico". Hoje, podemos dizer que esse modelo de gravidade impulsiva, derivado dessa longa especulação, pode ser chamado de "Gravidade Radial", pois tem boa consistência matemática.

 

P - Mas o valor da gravidade radial da Lua difere da gravidade oficial, pois não ?

R - Sim, mas o valor da gravidade obtida nas presumidas filmagens lunares, também...

 

P - É tão difícil a obtenção da gravidade em solo lunar?

R - Com certeza! As melhores provas de gravidade são feitas em queda livre e pêndulo, que, por acaso, estão num filmete de uma antiga postagem.

 

P - Os gravímetros dinamométricos deixados na Lua não funcionaram?

R - Até onde sei, funcionaram mal. Estes instrumentos funcionam com molas ou cordas de piano. A temperatura da Lua varia de aproximadamente - 100 a + 100 graus celsius. Não há mola que cubra esta faixa sem erro de medição. Molas variam a elasticidade em função da temperatura. Cordas de piano também não mantém a afinação numa faixa de temperatura tão extensa.


P - E quanto as sondas orbitais que medem a gravidade à distância?

R - Elas são muito boas, mas medem apenas a variação de uma gravidade presumida como certa.


P - Depois de um longo jejum nas viagens espaciais, os chineses vão enviar uma sonda na Lua, algo parecido com os jipinhos que visitaram Marte, o que podemos esperar disso?

R - Espero que esta missão seja predominantemente científica e tenha  êxito. Muitas sondas foram perdidas nessa odisséia. Quem sabe, teremos novidades sobre a gravidade superficial lunar.

P - Para terminar: você acha que estamos passando por uma encruzilhada científica?

R - O tempo todo. Daí minha irritação pelo termo "verdade científica".


P - Para você, o que é verdade?

R - Parece uma utopia, não? Quanto maior a clareza como vemos as coisas, maior a proximidade da verdade. Mas a luz intensa pode ofuscar-nos... somos limitados.


P - Um pensamento para finalizar?

R - Outro, de Kadunc:

"O homem somente andará de cabeça erguida quando estiver pisando no chão da verdade."

 

.

.

.

Republicação do Baú do Blogueiro. Agradecemos ao HT-Forum pela conservação da série:

 

A terra está inchando?

https://www.htforum.com/forum/threads/a-terra-esta-inchando.153308/



Escrito por negrjp às 07h59
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
Votação
  Dê uma nota para meu blog